Medo

Essa poesia remete ao sentimento e à uma das mais nocivas reações que temos: o MEDO!

Medo, oh medo!
Que me consome
Que me persiste
Que me persegue

Como queria eu
Como queria,
Viver sem ti

Como queria sim
Ah! Como queria
Tirar essa acrimonia

Medo
Seu medo
Meu medo

Medo, oh medo!
Que me consome
Que me persiste
Que me persegue

Profundo
Intenso
Escondido
Retido

Igor M.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s